Home » PacaembuCNC » Senado aprova projeto que permite MEI exercer a atividade em casa

Senado aprova projeto que permite MEI exercer a atividade em casa

05 de abril de 2016
PacaembuCNC

senado aprova projetop

O Projeto de Lei da Câmara nº 167/2015 (PLC 167/2015), aprovado na última terça-feira (29) por unanimidade no Senado Federal, prevê que o Microempreendedor Individual (MEI) pode utilizar a residência como sede de seu estabelecimento quando a atividade não exigir local específico para seu funcionamento. A matéria segue para a sanção presidencial.

A proposta altera o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei Complementar 123/2006), sob a justificativa de que em certas atividades não há a necessidade de dispor de estabelecimento específico para a prática. Apesar de alguns estados já possuírem legislação que dispensa essa obrigatoriedade, outros proíbem que o endereço do empreendimento fosse o mesmo que o endereço residencial. Essa desburocratização, segundo os senadores, seria importante neste momento de crise econômica e facilita a vida das microempresas sem gerar custos para o governo.

A Fenacon defende essas facilidades aos MEIs desde o início do projeto e entende que toda medida realizada para impulsionar essas empresas é válida. “Os microempreendedores têm forte impacto na economia nacional e representam um avanço ao país no que se refere à geração de renda e empregos, em especial em um cenário de dificuldade econômica como o atual”, frisou o Diretor Político-Parlamentar da Fenacon, Valdir Pietrobon.

O PLC 167/2015 é de autoria do Deputado Federal Mauro Mariani (PMDB/SC) e teve parecer favorável do relator Blairo Maggi (PR/MT) na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

Fonte: Fenacon

E-mail

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

^