Home » PacaembuCNC » Governo amplia prazo para retirada do abono salarial de 2015

Governo amplia prazo para retirada do abono salarial de 2015

04 de julho de 2016
PacaembuCNC

Anualmente, 1 milhão de pessoas, em média, deixam de retirar o benefício

Governo amplia prazo para retirada do abono salarial de 2015

Em mais uma tentativa de impor uma agenda positiva, o governo federal anunciou nesta sexta-feira (1º) a extensão do prazo para retirada do abono salarial do PIS/Pasep referente a 2015, que havia sido encerrado na quinta-feira (30).

Os trabalhadores que não recuperaram o pagamento em um agência da Caixa Econômica Federal poderão retirá-lo entre os dias 28 de julho e 31 de agosto.

Segundo o Ministério do Trabalho, 1,2 milhão de pessoas não sacaram o benefício, equivalente a um salário mínimo, o que representa cerca de 5% de 23,6 milhões que têm direito a receber o abono.

O valor não retirado é de cerca de R$ 880 milhões, levando-se em conta que o valor atual do salário mínimo é de R$ 880. Os recursos não sacados retornam para o FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

O percentual de 5% é semelhante à média de anos anteriores. Perguntado o motivo de ter sido aberta uma exceção neste ano, o ministro Ronaldo Nogueira justificou que a meta do governo federal é atingir a integralidade do saque do beneficio.

“O percentual permanece na média dos últimos anos, porém, o governo federal inova nessa iniciativa, ampliando o prazo e tentando estabelecer um percentual maior”, disse, ressaltando que o governo federal ampliará campanhas informativas.

Têm direito ao abono pessoas cadastradas no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base de atribuição do benefício e que exerceram atividade remunerada durante pelo menos 30 dias no ano-base.

Além disso, o trabalhador tem que ter seus dados informados pelo empregador (pessoa jurídica) na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

Pagamento do abono do PIS/PASESP
1 milhão de trabalhadores, em média, deixa de sacar o benefício por ano

Beneficiários (em milhões de pessoas)
beneficiarios

Total já pago (em bilhões de R$)
total já pago

Porcentual não pago
nao pago

Como sacar o abono
Antes de sacar o abono do PIS, o trabalhador deverá verificar se o benefício não foi depositado diretamente na conta, em caso de ser cliente da Caixa Econômica Federal. Em caso negativo, deve comparecer com o Cartão do Cidadão e senha cadastrada nos terminais de autoatendimento da Caixa ou em uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, o beneficiado pode receber o abono em qualquer agência da Caixa com um documento de identificação.

Os participantes do Pasep (Banco do Brasil), após verificarem se houve depósito na conta, devem procurar uma agência e apresentar um documento de identificação. As informações sobre o direito ao saque podem ser obtidas pela Central de Atendimento Alô Trabalho – 158; pelo 0800-7260207, da Caixa; e pelo 0800-7290001, do Banco do Brasil.

O pagamento obedece a um calendário, conforme a data de nascimento do trabalhador (começando pelo mês de julho), mas o prazo máximo para saque do abono é 30 de junho do ano seguinte ao ano-base. Por exemplo: o pagamento do benefício referente a 2015 começou em julho de 2015 e só pode ser sacado até 30 de junho de 2016.

Fonte: Folha de São Paulo

E-mail

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^