Home » PacaembuCNC » eSocial: os benefícios da obrigação

eSocial: os benefícios da obrigação

16 de Março de 2018
PacaembuCNC

O risco de multas pela omissão – por qualquer motivo que seja – de dados existe, e deve ser levado em conta pelas empresas
O eSocial já é uma realidade no nosso dia a dia e, agora em março, começa a segunda fase de sua implantação. Nesta etapa, destinada às empresas, todas elas precisam compor o Registro dos Trabalhadores já a partir do primeiro dia do mês, e esse cadastramento inicial de vínculos deve ser prioridade.

Ou seja, passa a ser obrigatório o início do cadastramento da base de empregados, que deve estar preenchida completamente até dia 30 de abril. Este trabalho recai diretamente aos RHs das empresas, e é óbvio que ele traz algumas questões relacionadas ao setor, que precisa compilar as informações e ser minucioso na hora de enviar as informações ao novo sistema.

O risco de multas pela omissão – por qualquer motivo que seja – de dados existe, e deve ser levado em conta pelas empresas. Não acho que devemos enxergar isso de forma negativa. Pensem comigo: se o governo procura ganhar produtividade e simplificar a compilação das informações, o mesmo vale para as empresas, não?

A questão é que os próprios RHs das empresas é que preenchem os dados, e como seres-humanos, estão sujeitos a erros. É normal. Ou seja: temos um cenário – o eSocial – e o fato de que o envio dos dados está sujeito a erros. Nesse sentido, como minimizar os problemas, evitar multas ou penalizações e ainda otimizar o cadastramento das informações?

NOTA PATROCINADA Esse sistema de escrituração digital provoca mudanças nas rotinas contábeis da sua empresa e a SONDA, líder em TI na América Latina, te mostra 8 obrigações trabalhistas que serão extintas com o eSocial.

Uma ferramenta, como um software, por exemplo, que atenda o eSocial de forma integrada e alinhada às rotinas do RH simplifica a obrigação, e não só isso. Ajuda – e muito – a evitar erros antes que eles sejam enviados ao sistema. Num processo de admissão, por exemplo, em que, no novo contexto, se exige ser ainda mais rápido e ágil, o envio de um dado errado pode dar dor de cabeça. Mas com uma ferramenta específica, o erro pode ser interceptado ainda na hora do preenchimento dos dados e, consequentemente, consertado a tempo.

Volto a lembrar que o eSocial está muito longe de ser algo negativo. Pelo contrário, é algo que veio para minimamente desburocratizar o trabalho do RH para com o Governo e ajudar na coleta dos dados dos trabalhadores.

Óbviamente a fase de adaptação é normal, exige aprendizado, prática e mais cuidados. Porém, com um bom software de gestão, é possível dinamizar o processo minimizando erros e dando muito mais eficiência ao trabalho do backoffice.

Fonte: Contadores.cnt

E-mail

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^