Home » PacaembuCNC » BC prevê que crédito bancário mantenha ritmo e suba 12% em 2015

BC prevê que crédito bancário mantenha ritmo e suba 12% em 2015

22 de dezembro de 2014
PacaembuCNC

Esse é o mesmo percentual de aumento esperado pelo BC para este ano.
Com isso, seria interrompida uma série de quatro anos de desaceleração.

Alexandro Martello
Do G1, em Brasília

Mesmo com o ciclo de alta dos juros básicos da economia, iniciado pelo Banco Central em outubro deste ano e que, segundo o mercado, pode se estender até abril de 2015 – com a taxa básica da economia, atualmente em 11,75% ao ano podendo chegar a 12,50% ao ano – a autoridade monetária prevê que o crédito ofertado pelos bancos interrompa uma trajetória de quatro anos de desaceleração em 2015.

Segundo o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, a expectativa é de um crescimento de 12% para o crédito das instituições financeiras no ano que vem – o mesmo percentual esperado para 2014. Desde 2011, o crédito bancário vem desacelerando (crsecendo menos do que no ano anterior). Em 2009, subiu 15%, acelerando para 20,6% de alta em 2010. Em 2011, 2012 e 2013, porém, houve desaceleração, com as seguintes elevações: 18,8%, 16,4% e 14,6%.

“Entre uma série de fatores considerados nestas projeções, estão o nível de atividade, as expectativas, a base de empréstimos e a inadimplência. Tudo isso é considerado. São fatores que são considerados nestas projeções [do Banco Central]”, declarou Maciel, da autoridade monetária.

Crédito bancário em novembro
Em novembro, de acordo com informações divulgadas pelo BC nesta segunda-feira (22), o saldo total (estoque) das operações de crédito dos bancos atingiu R$ 2,96 trilhões. No mês passado, o aumento foi de 1,3% e, em 12 meses até novembro, de 11,8%. A relação crédito bancário com o Produto Interno Bruto (PIB), por sua vez, alcançou 58% em novembro. A expectativa da autoridade monetária é de que o crédito bancário termine este ano em 58% do PIB e, 2015, em 61% do PIB.

BC espera retomada dos bancos privados em 2015
Mesmo com o processo de alta dos juros, que permite aos bancos privados lucrarem mais apenas comprando títulos públicos, a autoridade monetária prevê uma aceleração do volume do crédito ofertado pelas instituições financeiras privadas nacionais no próximo ano.

Em 2014, o Banco Central prevê que os empréstimos dos bancos privados nacionais para pessoas físicas e jurídicas cresçam apenas 5%. Mas, em 2015, a expectativa da instituição é de que o crédito ofertado pelos bancos privados nacionais avance 9%. Ao mesmo tempo, a estimativa do BC é de que o empréstimo dos bancos públicos tenha elevação de 17% neste ano e de 14% em 2015.

G1 Economia 22/12/14

E-mail

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^