Home » PacaembuCNC » Autoatendimento orientado poderá ser expandido

Autoatendimento orientado poderá ser expandido

13 de abril de 2016
PacaembuCNC

autoantendimento

Representantes do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon) e da Receita Federal (RFB) estão discutindo a expansão do Autoatendimento Orientado da Receita Federal. O objetivo é que a parceria entre as entidades ofereça orientação e serviços em municípios que não contam com postos da RFB.

Hoje, o autoatendimento orientado funciona nas dependências dos Centros de Atendimento ao Contribuinte, agências da Receita e em outros espaços em parceria. Neles, os atendentes auxiliam os contribuintes a explorar todo o potencial disponível no portal da Receita, eliminando ou reduzindo a necessidade de atendimento nas agências e delegacias. O representante da coordenadoria de Atendimento e Educação Fiscal da Receita, Carlos Sussumu Oda, apresentou a proposta e se comprometeu a apontar as cidades onde a parceria deve ocorrer. O conselheiro do CFC Geraldo Batista Filho afirmou que a parceria é de interesse do conselho e importante para a sociedade.

A proposta inicial prevê que as prefeituras, os Sindicatos das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Sescons/Sescaps) ou os Conselhos Regionais de Contabilidade (CRCs) viabilizem espaço, estrutura e a contratação de mão de obra. As Divisões de Integração com o Cidadão (Divics) da Receita capacitarão os atendentes. O projeto é parecido com o que já é desenvolvido com as entidades e as Instituições de Ensino Superior (IES), os Núcleos de Ajuda Fiscal (NAFs). Esses espaços funcionam nas IES e também auxiliam a população a acessar os serviços da Receita que estão disponíveis no portal. O aluno pode fazer o trabalho de forma voluntária ou a instituição pode oferecer como substituto ao estágio obrigatório ou disciplina optativa. Hoje, existem mais de 50 NAFs em todo o País.

Fonte: Jornal do Comércio – RS

E-mail

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

^